KEFIR DE LEITE EM BEBIDAS (leites) VEGETAIS
Janeiro 2, 2017 32 Comentários Probióticos Antonio Lopes

É COMUM  LER-SE  QUE  O  KEFIR  DE  LEITE  SE ALIMENTA (exclusivamente) DE LACTOSE. 

.

Essa informação é incorrecta, como uma pesquisa em literatura técnica sobre microbiologia e sobre os nossos probióticos  facilmente revela (veja aqui mais informação).

.

E, mesmo sem pesquisa, se isso fosse verdade, ao colocar grãos nas bebidas vegetais estas azedariam, tal como  aconteceria se não tivessem grãos.

.

O kefir, tal como todos os SCOBY que habitualmente usamos, são colónias simbióticas que metabolizam vários hidratos de carbono (lactose, sacarose, glucose…).

Mesmo que haja “preferência” ou funcionem optimamente com alguns específicos.

.

.

Para quem estiver interessad@, cá vai a minha opinião e experiência pessoal de anos a utilizar.

.

1. COMO FAZER?

Coloque uma colher de sopa de grãos em meio litro de bebida vegetal (aveia, coco, soja, amêndoa, arroz…);

.

Espere até estar coagulado como no leite de vaca (sobretudo para o leite de soja ou bebidas com espessantes adicionados) ou até estar ácido para a maioria das outras bebidas, as quais vão ficar muito líquidas.

.

Nota: Com soja é mais rápido e pode usar metade dos grãos que usaria no leite animal.

.

.

.

2. OS GRÃOS FICAM SEMPRE NA MESMA BEBIDA?

Depois de colocar os grãos a fermentar no leite vegetal à sua escolha pode ir alternando entre os vários que fizer.

Um dia coco, outro soja, outro aveia, etc.

Ou pode fazer usando a mesma bebida vegetal durante uns dias.

.

.

.

3. COMO SABER SE A NOSSA COLÓNIA FUNCIONA EM OUTRAS BEBIDAS?

Colocar a fermentar.

Se a bebida azedar, tal como azedaria sem os SCOBYs, é sinal que a colónia não tem essa capacidade.

.

De notar que muitas pessoas mudam o kefir de leite para bebidas vegetais e dizem que não funcionou.

.

.

Geralmente por dois motivos:

.

1º Porque não coagulou como o leite animal.

O que não tem nada a ver com a fermentação ser, ou não, bem sucedida.

.

.

2º Porque não gostaram do sabor / cheiro.

Mais uma vez, algo que depende…

… Da bebida em questão ser bem diferente do leite animal.

… Do gosto pessoal e até mesmo da forma como fizeram a fermentação.

.

.

Nota:

Em algumas situações a fermentação de facto azedou ou chegou a ganhar bolor.

Neste último caso pode dever-se a outros factores de contaminação.

.

.

.

4. “ADAPTAR”

É preciso “adaptar” as colónias para mudarem entre várias bebidas? Por exemplo leite para bebida vegetal?

Pela minha experiência pessoal de anos a utilizar, nunca foi preciso.

.

.

Como a colónia simbiótica processa vários açúcares, se os microrganismos presentes estiverem preparados para se alimentarem dos novos açúcares que forem introduzidos, a fermentação acontece.

.

Sem necessidade de lavar os SCOBYs, colocar em Jejum etc.

.

.

.

5. MAS ESSA TAL ADAPTAÇÃO QUE SE FALA EM TANTOS SITES  NÃO EXISTE?

Ocorre-me uma possibilidade: durante esse processo de “adaptação”,  acontece uma “contaminação” por um microrganismo (ou mais) que consegue metabolizar os açúcares presentes e se integra em simbiose com os existentes na colónia.

.

Exemplo de contaminação bem sucedida é a que o iogurte Viili provoca no Kefir, resultando o Kefiili.

.

.

.
6. FAZ BEM À SAÚDE?
SIM.
Temos bebida probiótica e, mesmo que não fosse probiótica, ainda assim valeria a pena fermentar. Sobretudo a soja.
.
Vários estudos em leite de arroz, soja, amendoim, o confirmam.
Curiosamente, pelo menos um deles reportou alguns benefícios superiores à fermentação em leite animal.

(referências técnicas no fim deste texto)

.
.

.
7. TODOS OS GRÃO FUNCIONAM SEM LACTOSE E “PARA SEMPRE”?
Segundo os relatos de alguns utilizadores nem todos os grãos fermentam bem sem lactose.

.
Parece que uns falham as fermentações logo de início (nunca me aconteceu), outros precisam de mais tempo sem lactose para começarem a dar torto.

No entanto, apesar de várias pessoas relatarem que os seus morreram ou ganharam bolor, também nunca me aconteceu.

.

E já usei kefir de leite em água durante meses.

Desses que saíram da água, os grãos mais antigos fermentaram durante dois anos sem lactose.
.
.

.
8. COMO SABER?
A gerência lamenta, mas só experimentando.
.
.

.
9. QUANDO FUNCIONA, É DURANTE QUANTO TEMPO?
Mais uma vez só experimentando.
Na esmagadora maioria dos casos não crescem, embora haja quem reporte o seu crescimento em leite de soja. São casos raros.
.
.

.
10. HÁ FORMA DE GARANTIR QUE CRESÇAM SEMPRE?

Se mudar permanentemente para bebidas vegetais conte que os grãos deixem de crescer / multiplicar.

.

Se quiser que continue a haver crescimento tem basicamente duas hipóteses:

ALTERNAR Leite com bebida vegetal:

Por exemplo, 1X por semana coloque em leite. Mas pode ir aumentando esse prazo se vir que continuam a crescer bem.

.

MISTURAR leite e bebidas vegetais:

Pode usar uma colher de chá de leite em pó para cada 500ml de leite, por exemplo.
.

.
11. AS FERMENTAÇÕES FICAM PARECIDAS COM AS DE LEITE (de vaca)?
a) Nem as de leite de cabra ficam 😉

.
b) A soja é a mais parecida e basta usar metade da quantidade de grãos que usava para vaca.

.
c) As outras, ficam mais líquidas, a não ser que venham com espessantes adicionados,  faça leites caseiros espessos, use agar agar, etc
.
.

.
12. E SABE BEM COM LEITES VEGETAIS?
Isso é que a gerência lamenta mesmo. Mas os gostos não se discutem
LOL
.
A maioria das pessoas com quem tenho falado, não aprecia o sabor e tem dificuldade em perceber quando a fermentação está terminada.
.
Estatisticamente falando, o coco é um favorito e a soja também é apreciada.
😉
.
.

.
13. E PODE-SE COMBINAR LEITE ANIMAL COM LEITE VEGETAL?
Pode. Misture na % que mais lhe agradar.
.
.

.
14. PODE-SE USAR LEITE SEM LACTOSE?
Já experimentei várias vezes e não gostei dos resultados. Achei piores que com leites vegetais.
.
Mas experimente. Há quem use e goste muito dos resultados.
🙂
.
.

.

15. É NECESSÁRIO ADICIONAR AÇÚCAR?

A maioria das bebidas vegetais à venda têm açúcar adicionado (e algumas têm espessantes também).

Eu não adiciono açúcar, mesmo quando faço as bebidas caseiras.

.

.

.

.

.

~/~

.

.

.

APOIE O NOSSO PROJECTO:

Visite este site regularmente  e partilhe os nossos artigos.

.

Inscreva-se no nosso grupo do Facebook:

PROBIOTICAMENTE

m.facebook.com/groups/621311187988433

Saúde | Corpo & Mente

Alimentação, probióticos & suplementação;

Horticultura bio | Arquitectura sustentável
Higiene e cosmética naturais
(…)
.

.

.

BIBLIOGRAFIA & REFERÊNCIAS

.

[2] – “Kefir – a complex probiotic / Edward R. Farnworth”; Food Research and Development Centre, Agriculture and Agri-food Canada, St. Hyacinthe, Quebec, Canada J2S 8E3. 2005.

.

[6] – “Microbiological study of lactic acid bacteria in kefir grains by culture-dependent and culture-independent methods”, Hsi-Chia Chen, Sheng-Yao Wang, Ming-Ju Chen;  National Taiwan University; January 2008

.

[15] – “Some physiochemical analyses of kefir produced under different fermentation conditions”; Ahmed A. Ismaiel, Mohamed F. Galy, Ayman El-Naggar. 2010.

.

[17] – “Influence of different culturing conditions on kefir grain increase”; Anine Schoevers and Trevor J. Britz; International Journal of Dairy Technology; August 2003.

.

[18] – “Effects of different milk types and starter cultures on kefir”; Zübeyde Öner, Aynur Gül Karahan, Mehmet Lütfü Çakmakçı; 2009.

.

[32] – “Bacterial Inhibition and Antioxidant activity Of Kefir produced from Thai jasmine rice milk”; Deeseenthum Sirirat, Pejovic Jelena; 2010.

.

[33] – “Rheological characteristics and nutritional aspects of novel peanutbased

kefir beverages and whole milk kefir”, Bensmira, M. and Jiang, B. 2012

.

[34] – “New cocoa pulp-based kefir beverages: Microbiological, chemical composition and sensory analysis”; Cláudia Puerari, Karina Teixeira Magalhães, Rosane Freitas Schwan; Food Sciences Biology Department, Federal University of Lavras, Brazil.

.

[35] – “Propriedades funcionais tecnológicas das fibras de soja, aveia e trigo e produtos de soja com adição de fibras e fermentados com cultura (mãe) de kefir”; Tahis Regina Baú, Letícia Cardoso da Silva, Sandra Garcia, Elza Iouko Ida; 2012

.

[36] – Physicochemical, microbiological and sensory characteristics of Soymilk Kefir;

Harun KESENKAS, Nayil DĐNKÇĐ, Kemal SEÇKĐN, Özer KINIK, Siddik GÖNÇ, Pelin Günç ERGÖNÜL and Gökhan KAVAS;  2011

.

[37] – “Antioxidant Properties of Kefir Produced from Different Cow and Soy Milk Mixtures”; Harun KESENKAŞ, Nayil DİNKÇİ, Kemal SEÇKİN, Özer KINIK, Sıddık GÖNÇ; 2011.

.

[87] – “Desenvolvimento de uma nova bebida de mel fermentada com grãos de kefir…”; Fernanda Assumpção Fiorda, 2016

.

.

.

~/~

.

.

.

APOIE O NOSSO PROJECTO:

Visite este site regularmente  e partilhe os nossos artigos.

.

Inscreva-se no nosso grupo do Facebook:

PROBIOTICAMENTE

m.facebook.com/groups/621311187988433

Saúde | Corpo & Mente

Alimentação, probióticos & suplementação;

Horticultura bio | Arquitectura sustentável
Higiene e cosmética naturais
(…)
.

.

.

.



Siga-nos:
Sobre o autor
Deixe um Comentário
  1. 1

    Maria Mateus

    Confirmo. Para o meus grãos de kefir se habituarem à mudança fui fazendo mistura do leite de ovelha e vegetal em partes iguais durante ….talvez duas semanas, depois fui reduzindo o leite animal até q agora só faço vegetal soja, aveia e todos os outros e resulta bem. Mas o melhor é o de soja,atencão aos de ogm os leites de marca branca são TODOS de soja geneticamente modificada. Qd tenho tempo faço o leite e aí sai baratissimo😀

    Responder
    1. 1

      Antonio Lopes

      Por acaso é coisa que não faço. Essa mudança gradual.
      🙂
      .
      Quando compro, uso a marca Shoyce. Eles dizem que não é OGM.
      🙂

      Responder
    2. 1

      Raquel

      Na europa é proibido vender para consumo humano produtos com OGM sem que esteja indicado no rótulo. Nos EUA por exemllo já não é assim, não é necessário rotular.

      Responder
      1. 1

        Antonio Lopes

        Obrigado Raquel

        Responder
  2. 1

    Alexsandra Gomes

    Qual o tempo ideal de fermentação no leite de coco por exemplo ? Não tomo leite animal pois tenho intolerância só uso bebida vegetal e a de coco e a de elite pois o côco tem propriedades incríveis para saúde

    Responder
    1. 1

      Antonio Lopes

      Não existe um tempo ideal de fermentação sem considerar outros factores como a temperatura ou a quantidade de grãos utilizados, por exemplo.
      🙂
      Se tiver forma de medir o pH, seria entre 4,5 e 3,8.
      .
      Não tendo, agitar bem a bebida e provar.
      Se estiver ácida (em relação ao gosto antes de fermentada ou se adicionou algum adoçante à bebida), está pronta.
      🙂
      E isso pode demorar 1 dia… ou 3….
      🙂

      Responder
  3. 1

    Dora

    Então a proporção é de 1 colher de sopa de grãos para 0,5 l de leite vegetal (soja, no meu caso)?
    E o tempo de fermentação? 24 horas?
    Obrigada

    Responder
    1. 1

      Antonio Lopes

      Pode usar essa proporção.

      Está pronto quando tiver a aparência semelhante à da foto.
      Pode demorar mais ou menos que 24h.

      Responder
  4. 1

    Simone Valencia

    Mudei, simplesmente, sem tempo de adaptação, os grãos de kefir do leite de vaca meio gordo, para o leite sem lactose meio gordo. Com 24 horas, o aspecto é de um queijo fresco mole em cima e soro embaixo…Terá corrido bem?

    Responder
    1. 1

      Antonio Lopes

      Pela descrição, correu.

      Responder
  5. 1

    Ana Fontes

    Tenho grãos de kefir de leite a fermentar em bebidas vegetais, normalmente de amêndoa, desde Novembro/ 2015, desde então crescem muito lentamente. No Inverno fermentam à temperatura ambiente mas no verão coloco no frigorífico, passei a faze-lo porque o resultado de 24h de fermentação se parecia com leite estragado.
    Mas agora fiquei com a duvida se não estarei a consumi-lo antes da fermentação estar concluída.

    Responder
    1. 1

      Antonio Lopes

      Olá Ana.

      Não existem tempos fixos para uma fermentação.

      No caso das bebidas vegetais o ciclo termina quando estão ácidas.

      Responder
  6. 1

    Raquek

    Só para esclarecer que em Portugal e na União Europeia segundo li no blog português que identifica produtos geneticamente identificados e transmite essa informação aos consumidores, os OMG têm que estar identificados na embalagem se forem produtos para consumo humano. Os OMG aparecem sim nas rações para animais, porque estas não precisam de estar identificadas. Assim, estaremos a consumir soja genticamente modificada se comermos carne e outros produtos animais, uma vez que as rações mais baratas têm OMG sem os produtores muitas vezes saberem disso. Além de que a maior parte dos produtos hoje em dia têm soja na sua composição, leiam os rótulos, A soja tem sido muito difamada, de tudo o que li os estudos mostram muitos benefícios para saúde. O problema é que não interessa a muitas pessoas que a soja seja consumida em vez do leite de vaca. As doses de soja recomendadas por dia são de 3 a 5. Para mais informações podem ver “nutritionfacts.org”, que me parece uma referência mais isenta do que outras referências alarmistas. Também se falam muito das hormonas no leite de soja, mas e das hormonas no leite de vaca? Mas cada pessoa deverá tirar as suas próprias conclusões, obviamente.

    Responder
    1. 1

      Antonio Lopes

      Olá Raquel

      Obrigado pela info.
      Sim, a malta malha na soja e depois comem-na na carne.

      Soja, tal como outras Leguminosas, apenas bem fermentada. Aliás, era essa a forma tradicional de a consumir no oriente.

      Responder
      1. 1

        Raquel

        Já que falou em fermentados, se não for incómodo pode dar-me a opinião sobre os benefícios da couve fermentada? As leguminosas também devem ser fermentadas? De consumir a soja apenas fermentada ainda não tenho opinião formada, há tantas informações contraditórias… Pode-me dar as suas razões para apenas confiar na soja fermentada? Faço estas questões porque realmente procuro aprender mais. Desde já obrigada. 🙂

        Responder
        1. 1

          Antonio Lopes

          A couve, assim como outros legumes fermentados são excelentes.

          Tradicionalmente falando, os orientais não consumiam a soja sem algum tipo de fermentação.

          A moda não fermentada veio com o vegetarianismo e a procura de substituto para o leite.

          Os benéficios dos legumes e Leguminosas fermentadas, além de serem probióticos…
          Leia o link sff.
          😉
          http://vidaprobiotica.com/2016/12/26/beneficios-gerais-dos-fermentados-probioticos/

          .

          P. S. – demolhar as leguminosas antes de cozinhar é uma forma muito suave de fermentação.

          A explicação que nos era dada: ficam menos “indegestos”. Justamente uma das vantagens da fermentação.

          Responder
          1. 1

            Raquel

            Obrigada pela resposta 🙂, fiquei muito interessada na fermentação das leguminosas, como se faz? O leite de soja fermentado pelo kefir já se pode consumir sem problema, certo? Eu uso leite de soja de compra pelo cálcio, será que ele se mantém depois da fermentação? Se me puder enviar alguns links pertinentes q conheça agradeço 🙂.

          2. 1

            Antonio Lopes

            Como tudo convém não abusar.
            Soja bem fermentada e em sem ser às letrados.

            Os alimentos fermentados tornam os minerais mais biodisponiveis, caso do cálcio.

            No site temos vários artigos sobre os benefícios dos fermentados / probióticos.
            .
            No caso das Leguminosas o que é mais comum para quem tem kefir ou kombucha é deixar demolhar / fermentar em vez de colocar apenas em água.

  7. 1

    Raquel

    Recebi hoje o meu kefir de leite e vou experimentar em leite vegetal. Obrigada por esta informação tão prática e útil António!

    Responder
    1. 1

      Antonio Lopes

      De nada Raquel.

      Espero que goste das fermentações.

      E já agora, aproveite para aderir ao nosso grupo do Facebook: probioticamente
      😉

      Responder
  8. 1

    Ção Julião

    Pessoalmente prefiro os leites vegetais caseiros quer pelo preço quer pela composição. Gosto de os fazer concentrados qb. A minha questão é: os leites vegetais fermentados com kefir de leite podem ser dessorados tal como o de leite animal? Já tem experiência tipo fazer queijo de leite vegetal kefirado e dessorado? Grata ❤

    Responder
    1. 1

      Antonio Lopes

      O processo é exactamente o mesmo para os leites vegetais fermentados.
      Geralmente dão menos rendimento pois são menos espessos.
      🙂

      Responder
  9. 1

    Guilherme

    Boa tarde.

    Ganhei uma colônia de kefir de leite de vaca e os coloquei em um vidro com leite de cabra… Há algum problemas se nas próximas substituições eu utilizar o leite de vaca ao invés do leite de cabra? att

    Responder
    1. 1

      Antonio Lopes

      Boa noite.
      Não. Pode mudar à vontade.

      Responder
  10. 1

    Lais

    Olá. Quero tentar usar o kefir no leite de soja, posso usar o que se faz misturando o pó de soja na água? Funciona? Fiquei em duvida pois os leites vegetais que faço em casa com o tempo separam e fica o pó mais ao fundo e a água em cima.
    Obrigada

    Responder
    1. 1

      António Lopes

      Olá
      🙂
      A separação nos leites vegetais é normal. Mesmo com os de compra acontece.
      Pode usar à vontade.
      🙂

      Responder
  11. 1

    Lidia Tapum

    Qal o melhor yogurte probiotico para diarreia ?
    Faço parte do grupo probioticamente e do Paleo XXI.
    TENHO APRENDIDO MUITO COM ESTES GRUPOS E MELHORADO A MINHA SAÚDE .

    Responder
    1. 1

      António Lopes

      Olá Lídia.
      🙂
      O melhor é o Kefir.
      🙂

      Responder
  12. 1

    Vitória Regina

    Olá, comecei a usar o kefir de água faz pouco tempo. Não como carne vermelha e não tomo leite. Então gostaria de saber se o kefir de água pode se adaptar ao leite vegetal. Desde já obrigada
    ABS.
    Vitória/BH

    Responder
    1. 1

      António Lopes

      Olá Vitória

      Não há necessidade de adaptação. Veja a nossa publicação sobre o assunto aqui:
      .
      http://vidaprobiotica.com/2017/01/02/faq-kefir-de-agua-tibicos-em-leites-vegetais/

      Responder
  13. 1

    Victoria

    Olá , eu recebi uma colônia de kefir de leite e sempre usei o leite vegetal ( coco , amêndoa , soja ..) mas a minha colônia não cresce e tem acontecido algo estranho aos grãos tem adoptado a cor transparente como se fossem a cor do kefir de água , isto é norma ? Atenção continuam a fermentar normalmente e não tem cheiro ruim nem nada … ah por concelho de uma amiga investi em por os grãos em leite de vaca mais o engraçado é que não há fermentação ..

    Responder
    1. 1

      António Lopes

      Olá Victoria
      🙂
      Desculpe a demora em responder.
      .
      Em bebidas vegetais é normal que não cresçam mais.
      .
      Ver umas fotos desses grãos era interessante.
      Se aderir ao nosso grupo PROBIOTICAMENTE será mais fácil dar apoio para essa situação 🙂
      .
      Clique aqui para aderir: https://www.facebook.com/groups/621311187988433/

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *