TERAPIA BOWEN
Janeiro 16, 2017 1 Comentário Saúde Antonio Lopes

A Terapia Bowen ISBT, cujo nome deriva do lendário terapeuta manual australiano, Thomas Bowen (1916-82), é uma terapia miofascial aplicada para tratar uma gama alargada de condições físicas.

fotosbowen-02

Através do impacto na rede de tecido conectivo do corpo, a fáscia, duma forma muito específica, o trabalho é muitas vezes capaz de corrigir desequilíbrios estruturais e viscerais, que se podem manifestar numa larga variedade de sintomas.

Normalmente isto é conseguido através de movimentos suaves de cruzamento de fibras aplicados pelo terapeuta sobre músculos, tendões e ligamentos específicos.

Devido a esta abordagem suave, minimalista, para resolver condições traumáticas, pode ser utilizada em situações onde outras terapias poderão ser muito invasivas.

fotosbowen-03

A filosofia por trás da modalidade da ISBT é baseada no princípio osteopático no qual a estrutura dita a função. O objectivo principal é corrigir a estrutura para melhorar o bem-estar geral.

A Terapia Bowen ISBT pode ajudar a resolver uma larga gama de queixas músculo-esqueléticas e viscerais. A utilização típica da Terapia Bowen ISBT é com :

► dor nas costas, pescoço ou pernas;

► lesões desportivas;

► ombros congelados, síndrome do túnel cárpico, dor nos braços;

► problemas de mobilidade articular, rigidez ou lesão musculares;

► restrições respiratórias;

► problemas circulatórios e linfáticos;

A Terapia Bowen ISBT é muitas vezes utilizada como uma estratégia de afinação geral do corpo para manutenção do bem-estar.

Helena Quinta, Terapeuta Bowen

 

 

~/~

.

.

.

.

.

~/~

.

.

.

APOIE O NOSSO PROJECTO:

Visite este site regularmente  e partilhe os nossos artigos.

.

Inscreva-se no nosso grupo do Facebook:

PROBIOTICAMENTE

m.facebook.com/groups/621311187988433

Alimentação, probióticos & suplementação;
Saúde | Corpo & Mente
Horticultura bio | Arquitectura sustentável
Higiene e cosmética naturais
(…)
.

.

.

 

{ apoie o nosso projecto. Saiba mais aqui }



Siga-nos:
Tags
Sobre o autor
Deixe um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *