O JUN, A VACA E O MEL
Fevereiro 9, 2017 Sem comentários Probióticos Antonio Lopes

Depois de ter andado a experimentar a kombucha em leite e bebidas vegetais (e não ficar fã dos resultados), quando arranjei Jun de outras fontes, resolvi continuar a saga das bolachas fora do chá.

 

Esta já é antiguita, de 2015 e usei uma bolacha que me sobrava.
Mas o meu método favorito era fazer bolachas “à medida” da boca do frasco que depois usava para fazer o iogurte de jun.

 

E como comia directamente desse frasco… menos loiça para lavar!

😀

 

Depois deixei de usar o leite de vaca, abandonei os iogurtes tradicionais que tinha (o Viili, o Cáspio, o Fil Mjölk, o Piimä – a trabalheira que aquilo dava) e…estas coisas…

 

Mas como agora já se arranja leite de ovelha e cabra pasteurizado….

…ainda experimento outra vez.
Esta foi uma das fermentações com bolacha que melhor correram.

E não confiem em mim. Foi aprovado pela minha filha.

E se ela gostou…. não há discussão!!!

 

LOL

 

 

~/~

 

 

Ingredientes:

½ L de leite de vaca pasteurizado gordo;

2 colheres de sopa de mel;

1 bolacha de Jun

 

Preparação:

Aqueci o leite, deitei o mel e misturei bem;

Esperei que ficasse morno;

Coloquei a bolacha de Jun….

…. e esperei até estar coagulado.

 

 

 

~/~

 

 

A bolacha no fundo do frasco e dá para ver que a fermentação já está terminada e que a consistência está boa para um iogurte ou uma “sobremesa” láctea.

User comments

 

Infelizmente a foto não é grande coisa mas dá para ver como o leite fermentado descola das paredes do frasco como uma massa homogénea.

User comments

 

A bolacha usada.

Não houve formação uma nova. A fermentação não decorreu durante tempo suficiente para que isso acontecesse.

User comments

 

Como podem ver, a consistência é semelhante a um iogurte cáspio por exemplo.

User comments

 

E pronto!

Com montes de canela em cima desapareceu num instante.

User comments

.

.

.

~/~

.

.

.

APOIE O NOSSO PROJECTO:

Visite este site regularmente  e partilhe os nossos artigos.

.

Inscreva-se no nosso grupo do Facebook:

PROBIOTICAMENTE

m.facebook.com/groups/621311187988433

Alimentação, probióticos & suplementação;
Saúde | Corpo & Mente
Horticultura bio | Arquitectura sustentável
Higiene e cosmética naturais
(…)
.

.

.

 

~/~

 

{ apoie o nosso projecto. Saiba mais aqui }

 

~/~

Bibliografia & Referências

.

“A Review on Kombucha Tea—Microbiology, Composition, Fermentation, Beneficial Effects,Toxicity, and Tea Fungus”; Rasu Jayabalan, Radomir V. Malbaˇsa, Eva S. Lonˇcar, Jasmina S. Vitas, and Muthuswamy Sathishkumar.



Siga-nos:
Tags
Sobre o autor
Deixe um Comentário
  1. 1

    Nelson de Azevedo Soares

    Onde posso adquirir este tipo de bolacha, pois no que concerne a esta matéria sou um nabo, pouco ou nada sei com fundamento. O meu obrigado.

    Um abraço

    Responder
    1. 1

      Antonio Lopes

      Olá Nelson

      Adira sff ao grupo PROBIOTICAMENTE, no Facebook.

      Abraço

      Responder
  2. 1

    Paula

    Mas seja as suas que as americanas tem as mesmas colónias e nas mesmas percentuais?

    Responder
    1. 1

      Antonio Lopes

      Para pagar um estudo comparativo entre essas duas culturas ou até sobre qualquer outra que uso (kefir, tibicos, Kombucha…) para saber a microbiota específica de cada, eu teria de ser milionário.

      E como as minhas SCOBY não estão num ambiente esterilizado, tal estudo teria prazo de validade, já que a microbiota é dinâmica e pode variar com o tempo de vida de uma determinada cultura.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *