Somos

 

FotosProjectoAntónio

António Manuel Lopes  entre outras actividades, pratica terapia Bowen, Champi Head massage, Biomagnetismo & Pares magnéticos; “horticultor” e ávido produtor e consumidor de probióticos nas suas mais diversas formas. Depois de vários anos a ensinar de forma informal, dedica-se agora a transmitir a sua alargada experiência na área de fermentados probióticos e alimentação natural.

 

FotosProjectoCristina

Cristina Lobo é engenheira de software e investigadora experiente nas áreas de smart grids, inteligência artificial e optimização com diversos artigos publicados. Como empreendedora e líder de equipa, teve a sua própria software house e esteve ligada ao desenvolvimento de ideias para novos projetos. Ela tem visão, é determinada com as suas convicções, e está atualmente a voltar a sua área de investigação dedicada à sua paixão de longa data: a alimentação natural e fermentações probióticas.

 

FotosProjectoPaulo

Paulo Marques é formado em Informática e lecciona disciplinas técnicas nos cursos profissionais e especialização tecnológica. O interesse por produtos probióticos aliado à sua formação académica e profissional são a pedra base da tecnologia que nos move.

 

 

FotosProjectoAnabelaMadeira

Anabela Madeira é editora de vídeo, autodidacta e entusiasta da vida saudável dedicou-se nos últimos anos ao estudo e à experimentação de produtos probióticos a par da sua experiência pessoal com panificação. A sua experiência profissional e talento são responsáveis pelos nossos conteúdos multimédia.

 

 

FotosProjectoCláudia

Cláudia Rebelo é formada em Línguas, residente na Suíça e com experiência profissional na área do Comércio. Conhecedora de longa data de processos artesanais de cultivo de probióticos, fermentações e conservação de alimentos, aliada à sua experiência na procura de uma alimentação saudável e alternativa como parte de um processo de auto-cura, é responsável pela revisão e tradução de textos, intervindo em diversas áreas dada a sua dinâmica e versatilidade.

 

 

~/~/~/~

 

 

O interesse pela alimentação probiótica está na origem do nosso conceito, através dela e de uma forma natural promovemos a saúde e bem-estar.

 

Probiótico, que significa favorável à vida e tem como oposto antibiótico – contrário à vida, leva-nos no entanto, para além da alimentação.

 

Favorável à vida é o que promove a saúde, o bem-estar e o equilíbrio físico e mental.

 

Neste sentido amplo de ‘favorável à vida’ – própria e alheia, presente e futura -, podemos pensar, para além da alimentação probiótica, em exercício físico, de forma generalizada ou mais específica, em terapias ditas alternativas, em medicamentos caseiros, em higiene e cosmética naturais, horticultura e, na verdade, numa variedade grande de assuntos.

 

Em suma, Vida Probiótica é um projecto activista centrado na comunidade e visando “devolver-lhe o poder”…

… de produzir… de decidir… de escolher.

 

 

~/~/~

 

 

OS NOSSOS OBJECTIVOS

Divulgar as nossas actividades e a missão que nos move:

Formação, alimentação probiótica, agricultura bio urbana, saúde, ecologia, arquitectura e urbanismo sustentáveis…

 

 

Abrir uma TASCA PROBIÓTICA 

A Tasca pretende ser um espaço dedicado ao comércio tradicional de produtos à base de probióticos, alimentares ou não, dando preferência a ingredientes biológicos e produção caseira e artesanal, uma combinação de loja/bar e também com área disponível para a formação, que permita a criação de workshops especializados para dar formação e apoio a particulares, à restauração e comércios locais para integrarem menus e/ou produtos probióticos nos seus cardápios e/ou produção caseira dos mesmos…

 

 

Aplicação dos probióticos à cosmética e higiene (pessoal e doméstica)

* Reunir, testar e aperfeiçoar informação para produzir em casa, de forma “fácil, rápida e segura”, desodorizantes, sabonetes perfumados e medicinais, cremes corporais, produtos para o cabelo, pastas de dentes, líquidos de limpeza caseira, etc.

somos-sabonetes

Sabonetes probióticos

 

* Formar pessoas e estimular a produção caseira e venda local (no máximo nível distrital);

 

* Cedência de espaços/instalações para actividades: workshops, atelier cozinha aberta, horta doméstica;

 

 

 

 

Aplicação dos probióticos numa perspectiva integrada com as terapias alternativas e convencionais

* Contactos de divulgação sobre a importância dos probióticos e da alimentação natural na saúde, procurando sempre que possível a fundamentação em estudos científicos.

 

* Organização de eventos como conferências reunindo vários palestrantes de diversas áreas

 

 

Estudo científico dos nossos fermentados

Procurar parcerias universitárias / laboratoriais para o estudo dos probióticos de uma perspectiva da produção destudoscientificosprobioticosoméstica, uma vez que os existentes estão sobretudo focados em resultados industriais e farmacêuticos de produção e comércio de larga escala.

 

 

 

 

Incentivo a uma maior divulgação e concretização de hortas comunitárias

* Em conjunto com hortacomunitariaouturelaos workshops e palestras, colocando a tónica na inter relação entre agricultura bio e fermentados vegetais.

 

* Na produção e venda local, dispensando grandes meios de transporte e armazenamento.

 

(Foto: Peça do “Jornal Positivo”)

 

 

 

Iniciativa “Adopte uma árvore e respire melhor”

DCIM101GOPRO

Através das Câmaras / Juntas de Freguesia, entregar aos residentes vasos com árvores (e outras plantas) autóctones ou de baixa manutenção para que estes cuidem delas até poderem ser colocadas em baldios, aumentando dessa forma a capacidade municipal de gerar espaços verdes e reflorestar maiores áreas.

(foto: Jardim de Vénus Tomar – viveiro)

 

 

Projecto “Jardins Funcionais”

Sensibilizar as autarquias para o valor de jardins ao serviço da “alimentação do cidadão”.

jardinsfuncionais

Jardins com plantas e árvores de fruto com baixa manutenção (limoeiros, medronheiros, figueiras, nespereiras, physalis…) e a recuperação de muitas espécies comestíveis que tantas vezes são consideradas daninhas, como as beldroegas ou as chagas de cristo (capuchinha).

 

Articulação com os programas de ocupação de Tempos Livres Jovens (e séniores) e escolas.

(Na foto, artigo da SapoLifeStyle)

 

 

~/~

 

A missão que assumimos é a divulgação do nosso conceito: “Projecto Auto Suficiência” conjugando todas as valências descritas, para tornar as pessoas e as comunidades locais cada vez mais independentes da grande indústria e de uma logística internacional.

 

E, para tal, procuramos financiamento e apoios, através das nossas actividades pagas, patrocínios, publicidade, parcerias com empresas privadas e públicas, com os municípios…

…Queremos “probioticar” Portugal e além-fronteiras por uma vida mais saudável!

 

~/~

 

{ apoie o nosso projecto. Saiba mais aqui }