QUANTO CONSUMIR / EFEITOS NO ORGANISMO
Março 12, 2017 Sem comentários uncategorized Antonio Lopes

É comum perguntar-se que quantidades (máximas)  de alimentos fermentados / probióticos que se podem / devem consumir.

.

.

Cada organismo reage de forma diferente à presença dos vários sub produtos de uma fermentação, os quais vão muito mais além que o etanol.
.
Há quem beba à noite e perca o sono e quem não afecte ou quem se sinta ligeiramente etilizado com 2a fermentações de 24h.
.
Perguntemos se se pode fazer isto ou aquilo, consumir . muito ou pouco, em jejum ou às refeições e teremos respostas aparentemente contraditórias.
.
Isto,  porque estamos (mal) habituados com a medicina convencional e à sua abordagem tipificada, à sua “facilidade” em administrar terapêutica:

Estes sintomas?

Tens isto – Toma aquilo!
.

.
Nos tratamentos naturais, nos quais os nossos probióticos se incluem, o corpo é, e reage como um todo a um conjunto imenso de variáveis.
.
O que dá resultado numa pessoa, não dá noutra.

O que hoje funciona bem de determinada forma, amanhã pode ter de ser modificado para continuar a funcionar.
.

O que funciona no verão, pode não funcionar no inverno.

.

.
Complicado?

Sem dúvida!

Há que aprender a ouvir o nosso corpo e assumirmos a responsabilidade do nosso bem estar.
.

.
Como em tanta coisa, o bom senso e a prudência são bons conselheiros:

iniciar com doses pequenas, começar às refeições diurnas (e experimentar depois em jejum ou à noite).

.

QUANTIDADES MINIMAS

Para crianças começar com 1 a 3 colheres de sopa, por exemplo.

Adultos,  100 a 200ml.

.

E ir aumentando doses.
.
.

.
QUANTIDADES MÁXIMAS?
Mais uma vez deve imperar o bom senso. E saber que os probióticos devem ser tomados com regularidade.
.
É preferível tomar 1L de vários ao longo do dia do que beber tudo de uma vez.

.

Para manutenção / prevenção não é necessária grande quantidade diária. Até 500ml divididos em várias refeições.

.

Para situações mais agudas costuma recomendar-se entre 1/2 a 1L de fermentado diário.

Dito isto, há quem beba mais todos os dias!

.

.
.

VARIEDADE
Não tome apenas um (kefir de leite ou água por ex.).

.
É preferível tomar pouco dos vários que temos.

.

E não se esqueça dos fermentados vegetais que também são importantes.

Não apenas pelo seu valor probiótico, mas também nutritivo.
.
.
E se tiverem a sorte de terem medic@ ou nutricionista versad@s nestes assuntos, aproveitem – ainda são raros!
.
.

.
P.S. – Também a medicina convencional, com os avanços na genética, começa a apontar o caminho para as terapêuticas personalizadas. Mas ainda estamos muito muito longe de uma generalização dessa prática.

.

.

.

~/~

.

.

.

APOIE O NOSSO PROJECTO:

Visite este site regularmente  e partilhe os nossos artigos.

.

Inscreva-se no nosso grupo do Facebook:

PROBIOTICAMENTE

m.facebook.com/groups/621311187988433

Alimentação, probióticos & suplementação;
Saúde | Corpo & Mente
Horticultura bio | Arquitectura sustentável
Higiene e cosmética naturais
(…)
.

.

.



Siga-nos:
Sobre o autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *